Gastrectomia Vertical (Sleeve gástrico)

 Nessa cirurgia 70-80% do estômago é retirado e ele adquire a forma de um tubo bem fino (semelhante a uma salsicha), com capacidade de armazenamento de cerca de 100ml. É uma técnica que causa redução do peso por desenvolver uma grande restrição da ingestão alimentar e diminuir a produção do hormônio grelina, que é o responsável pelo estímulo do apetite. O intestino não é afetado e não há desvios do trânsito alimentar. É uma cirurgia minimamente invasiva realizada por laparoscopia ou robótica.

Bypass Gástrico (Capella)

 Nesse tipo de gastroplastia é realizada a redução do estômago para somente 50ml. Também é criado um outro caminho do trânsito alimentar, que não passa mais pelo duodeno (porção inicial do intestino), ao desviar o fluxo intestinal, que fica mais curto. Desta forma, essa técnica tem 2 mecanismos para desencadear a perda de peso: redução da capacidade gástrica em armazenar os alimentos, restringindo a ingesta de alimentos, e importante diminuição da absorção de calorias e nutrientes provenientes da alimentação. É uma cirurgia minimamente invasiva realizada por laparoscopia ou robótica.

Dieta Após Cirurgia Bariátrica

FASES DAS DIETAS APÓS CIRURGIA BARIÁTRICA

SemanaTipo de dietaDuração
FASE I1ª SemanaDieta Líquida Restrita Fracionada1º mês
FASE II2ª SemanaDieta Líquida Completa Fracionada
3ª SemanaDieta Líquida Completa Fracionada
4ª SemanaDieta Líquida Completa Fracionada
FASE III4ª SemanaDieta Pastosa Fracionada2º mês
FASE IVDieta Branda3º mês
FASE VDieta Geral4º mês

O detalhamento da dieta é receitado pela nutricionista que acompanha o pré e pós-operatório.

A escolha de qual técnica fazer não é fácil! Deve-se levar em conta inúmeras variáveis, individualizando a escolha para cada paciente, tendo como objetivo principal tratar a doença que é a obesidade e todas as doenças relacionadas a ela.

Tire todas as suas dúvidas antes de operar e confie na indicação do profissional!